Seguidores

quarta-feira, 29 de julho de 2015

A CASA DI VINA


A praia de Itapuã, em Salvador na Bahia, ficou imortalizada pelo poeta e cantor Vinícius de Moraes com a música Tarde em Itapuã. Ali viveu o escritor, poeta e diplomata com a sétima esposa Gessy Gesse. 
O casamento foi na Bahia no ano de 1970 e durou 6 anos. Em 1974 Vinícius, influenciado pela mulher, deixou a vida boêmia no Rio de Janeiro e foi viver na pacata casa na Bahia, construída em 1974.

  
Com Gessy, que era atriz,  Vinícius teve um relacionamento explosivo, e gerou muitos comentários maldosos enquanto durou o casamento. Seus amigos mais íntimos acusava a baiana de ter levado o poeta para a Bahia e tentado afastá-lo dos amigos, de inicia-lo no candomblé e de ser responsável pela fase de "criação populesca" do poeta. 


Em 1976 por ocasião da minha lua de mel, tive a oportunidade de conhecer este fantástico lugar, bem como a casa do poeta, que vi de longe, é claro, mas que muito me emocionou.


Hoje, a casa em que viveu Vinícius de Moraes, foi transformada em um charmoso restaurante. De acordo com reportagem da Casa Vogue, "em 2000, apaixonada pelas histórias que a casa contava", Renata Proserpio,que havia adquirio um terreno ao lado da casa do poeta, onde ergueu um hotel chamado Mar do Brasil, decidiu comprar a residência, cuja estrutura vem sendo mantida em seu aspecto original. A sala de estar do casal foi recriada e decorada com objetos pessoais cedidos por Gessy, como o violão e a máquina de escrever, onde repousa a letra original da famosa música Tarde em Itapuã.



"A suíte principal também guarda lembranças do poeta, como a banheira com as louças da época, estrategicamente voltada para o mar de Itapuã, e o banheiro de azulejos pintados pelo artista Udo Knoff, em 1975. Udo também é o responsável pela piscina da casa, em formato de ameba, piso de mosaico e pedra portuguesa"


Abaixo, o restauranteur italiano Stefano Bof, com quem o Em 2015, Renata se associou  para transformar a morada em um restaurante, o "Casa di Vina".  A chef baiana Maria das Graças dos Santos, comanda a cozinha e, juntamente com Stefano, desenvolveu receitas próprias "inspiradas na culinária italiana em um rico casamento com o pescado e os frutos do mar do litoral baiano".


Grigliata del Mare, um dos pratos mais pedidos na Casa di Vina


Os objetos de Vinícius foram cedidos por Gessy Gesse para a ambientação do espaço


Máquina de escrever com a primeira versão de Tarde em Itapuã, música composta por Vinícius e Toquinho na casa


A casa original, construída na década de 70


Depois sentir o arrepio
Do vento que a noite traz
E o diz-que-diz-que macio
Que brota dos coqueirais…
E nos espaços serenos
Sem ontem nem amanhã
Dormir nos braços morenos
Da lua de Itapuã
É bom!…
Passar uma tarde em Itapuã
Ao sol que arde em Itapuã
Ouvindo o mar de Itapuã
Falar de amor em Itapuã…


Beijos carinhosos!


quinta-feira, 9 de julho de 2015

OS DIAMANTES E AS VELAS...

 photo 11224781_447454362087751_7715734022451384493_n_zpsplehsvat.jpg

Olá gente que eu gosto!!!
Amanhã feriadão...então hoje posso ficar até mais tarde por aqui...
Hoje escolhi um texto da Cabala de grande reflexão. Uma história, do rabino Brandwine, mestre de Rav Berg, sobre como esquecemos nosso verdadeiro propósito nesse mundo.  Espero que vocês gostem.
Amanhã vou dar uma volta por todos os blogs. Vamos ao texto:

O Fabricante de Velas

Havia um fabricante de velas muito pobre, numa pequena vila, onde existiam muitos como ele. Certo dia, encontrou um amigo que tinha sido tão pobre quanto ele, mas estava vestido com roupas caras, como uma pessoa de muitas posses. Porém o reconheceu, e o fabricante de velas indagou como tal prodígio se tinha realizado. O amigo respondeu, em voz baixa: 

"Sabe? Estive em uma ilha onde existem pedras preciosas espalhadas na praia. 
Assim como aqui tem areia, lá são pedras preciosas. Mas só existe um navio que pode nos levar, aliás, está no porto; só que demora um ano para chegar, fica um dia lá e volta no mesmo dia. Enquanto isso, você apanha os diamantes, volta no mesmo dia e será rico. 

"Puxa, isso seria uma solução para minha vida – pensou o fabricante de velas, ao despedir-se.

Decidido, voltou para casa e conversou com a esposa. Fez seus preparativos, e embarcou. Um ano depois, o navio se aproxima da ilha e ele vê mesmo diamantes na longa praia. 

Desembarca e começa a colocá-los nas sacolas que trouxera; passa o dia na praia, enchendo as sacolas com pedras preciosas. Então começa a ficar exigente: dedicou-se a apanhar só os melhores e maiores.

Entretido nisso, só se dá conta que o tempo passara, ao ouvir o sino do navio, anunciando a partida. Porém, está a quase dez quilômetros de distância e percebe que não terá tempo de regressar antes do navio zarpar.

O que fez? Apanhou mais diamantes. Afinal, seria um ano de ida e outro de volta. Então, se dá conta de que está escurecendo. Começa a caminhar para a vila, e chegando lá entra numa estalagem, pede comida e oferece para pagar com os diamantes. O dono da estalagem diz:

"O que há com você? Diamantes não valem nada aqui, é como você pagar com areia. E pague logo, vai escurecer."

Ao ouvir isso, o homem repara que está escuro, mas não há luzes na vila. Pede o que precisava, e faz algumas velas para pagar a refeição. 
Todos viram a luz e vieram. Quem é esse homem? Ele está fazendo algo e iluminando a noite.

A partir daí ele consegue respeito, honra, e não só paga sua refeição, como, ao longo do tempo, passa de forasteiro para o homem mais importante daquela ilha. Torna-se o chefe da ilha.

Nos dois anos que passou lá, conseguiu respeito e reconhecimento. Chegado enfim, o momento de partir, lhe estendem o tapete vermelho, e acompanham o embarque; ele sobe no navio e se vai.

Um ano depois, chega em seu país. Sua mulher foi recebê-lo. Os dois vão para casa, onde ele abre grande baú, que continha seu maior tesouro. 

Mas a surpresa da esposa é enorme. Assim que a tampa é erguida, o que ela encontra?

Velas...

Na ilha, ele esquecera o propósito original de apanhar os diamantes, que abundavam na praia, e trouxera o maior tesouro da vila... as Velas.

*

Assim como ele, nossas almas também esquecem o verdadeiro propósito de nossas vinda ao mundo físico...


Beijos carinhosos!


 photo assinatura_3_zpsmbiy6dvf.gif

sexta-feira, 3 de julho de 2015

SOMOS O QUE PENSAMOS?



Não é o que você diz da boca para fora, que vai determinar a sua vida, é o que você sussurra para dentro de si que tem o maior poder de te persuadir!
Conheço muita gente que não abre a boca para reclamar de nada, que é um poço de gentilezas, mas se pudessemos ler seus pensamentos ficaríamos assustados com tantas preocupações, medos, desenganos e negatividade que povoam sua mente. É por este motivo que a pessoa adoece! Não basta cuidar só das palavras é preciso urgentemente cuidar daquilo que não dizemos...Uma boa faxina em nossos pensamentos nos livraria de muitos conflitos. Os maus pensamentos atuam como uma bomba em nosso organismo. 
Já dizia um grande sábio que somos o que pensamos. Basta que tenhamos autocontrole o suficiente para pensarmos o bem e nos sentirmos bem.Tornarmo-nos consciente de nossos pensamentos, da inquietude e movimento de nossas mentes ajuda e muito. “Não vemos o mundo como ele é, vemos o mundo como somos.” Anaïs Nin
Isto é uma grande verdade: Vemos o mundo como somos...E como ser diferente? 
Ouço muito dizer que, "a maioria das pessoas só conseguem ser como podem e não como querem ser", no entanto quem pensa assim é um acomodado, tem preguiça de raciocinar, não tem coragem para lutar! 
Mudar os pensamentos negativos é uma tarefa trabalhosa, mas dá para ser realizada com grande êxito quando há vontade e esforço. O primeiro passo seria rever a forma como se vê as coisas.
Tentar ver o lado positivo (não só no sentido de felicidade, mas no sentido de pensar o que tal situação pode lhe trazer de positivo para o seu crescimento, o que se pode tirar de lição) das pessoas, do mundo, da vida.
Mudar um hábito não é coisa fácil, mas não é impossível! Dá trabalho, mas no final, com muita boa vonta tudo se consegue. 
Temos que parar de fugir do que é difícil e trabalhoso, pois é este o caminho para as grandes realizações!!! Então vamos arregaçar as mangas e...Mão na massa!!!!


Beijos carinhosos


Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR