Seguidores

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

DEIXANDO AS PERDAS E COMPUTANDO OS GANHOS



Mais um Ano Novo que se anuncia!

O Ano Novo sempre começa trazendo esperanças de uma nova vida, de um recomeço, da oportunidade de no dia 1º de janeiro de 2016 com o raiar do Sol uma grande luz nos envolverá e que iluminará todos os dias desse novo ano que se aproxima.

Na verdade é um dia comum como todos os outros, mas é a esperança que irradia sua energia positiva transformando-o em um dia especial! Você pode fazer de seus dias, dias especiais como este, basta imaginar toda a aura de emoções do Ano Novo, basta sentir a esperança pulsando em seu peito...

Sabemos que teremos dias difíceis pela frente, mas não vamos nos deixar abater. Lembre-se sempre do espírito das festas de fim de ano e neutralize o pessimismo quando ele vier... 

Deixe que Jesus habite seu coração e transforme-o em seu lar permanente, que ele possa decorá-lo com as bênçãos da felicidade e prosperidade oferecendo um lar aconchegante onde você poderá encontrá-lo todos os dias de sua vida, de braços abertos pronto para recebê-lo. 

Que este dia (1º de janeiro de 2016) seja um portal que nos permita deixar para trás todas as perdas, dor e amargura e ir com a luz do coração para a alegria, serenidade e amor. Vamos nos preparar para computar os ganhos! Depende muito de nós!!!

Feliz Ano Novo com Jesus no Coração!"



domingo, 20 de dezembro de 2015

DE QUE MANEIRA VOCÊ COLABORA COM A CORRUPÇÃO?



Nunca se falou tanto em corrupção como nos tempos atuais! Todos os dias tem matérias nos jornais, revistas, noticiários de rádio e TV sobre este assunto. A revista Galileu trouxe uma matéria muito interessante apontando a corrupção de quem normalmente reclama dela...O povo!
É claro que se o povo fosse correto jamais aceitaria votar em políticos corruptos, no entando...

Vamos ao texto:

7 atitudes que você precisa abolir da sua vida antes de reclamar da corrupção

"De acordo com o Dicionário Michaelis, corrupção é a 'ação ou efeito de corromper', também descrita por palavras como decomposição, putrefação, depravação, desmoralização, devassidão, sedução e suborno.

A corrupção é o assunto favorito de discussões: seja em casa, no trabalho ou na mesa do bar, na hora de falar sobre isso todo mundo tem opinião - e, claro, os políticos são sempre os corruptos e culpados pela bagunça toda. 

A questão é: ocorre corrupção na política? Ocorre. Mas como mostra a definião do Michaelis, a ação não se restringe a congressos e prefeituras. Nós, como sociedade, também podemos ser corruptos.


Somos corruptos quando:

Puxamos a televisão a cabo do vizinho. Legalmente a prática é considerada tanto “delito de furto” quanto 'crime de estelionato'. Dados da Associação Brasileira de Televisão por Assinatura mostram que dos 19,6 milhões de assinantes do serviço, 4,1 milhões possuem conexões clandestinas. As fraudes não geram empregos e nem recolhem impostos e as autoridades dos estados brasileiros estão cada vez mais de olho nesse tipo de crime.

Fraudar o imposto de renda para pagar menos imposto. E depois reclamar que falta isso e aquilo no país, falar que na Inglaterra a televisão pública é incrível e no Brasil é sucateada. Segundo a Secretaria da Receita Federal, só em 2013 cerca de 25 mil pessoas foram identificadas com fraude de pensão alimentícia. Isso corresponde a um valor de R$ 375 milhões.

Jogamos lixo irregularmente...para depois reclamarmos dos esgotos. Claro que esse serviço poderia melhorar para a sociedade, mas ainda assim, de acordo com dados do Instituto Trata Brasil, “mais de 3,5 milhões de brasileiros, nas 100 maiores cidades do país, despejam esgoto irregularmente, mesmo tendo redes coletoras disponíveis”.

Reclamamos dos número de acidentes de carro, mas bebemos e depois dirigimos. Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2015, um quarto dos brasileiros dirige após ter ingerido bebidas alcoólicas. As consequências podem ser terríveis: só em 2014, foram registradas mais de 172 mil internações relacionadas a acidentes de trânsito e uma média de R$ 60 milhões é gasta anualmente com pessoas dependentes do álcool.

Pegamos um atestado médico só para faltar no trabalho. A criação de um atestado médico falso constitui em um crime. O artigo 302 do Código Penal Brasileiro prevê detenção de um mês a um ano para os profissionais em questão.

Viajamos pela empresa e fraudamos as notas fiscais para ficar com mais dinheiro. A prática é um crime previsto pelo artigo 1º da lei nº 8.137, cuja pena é uma reclusão de dois a cinco anos com direito a multa.

Fingimos que estamos dormindo quando entra um idoso no ônibus. Podemos simplesmente concordar que essa é uma falta de educação universal? De qualquer forma, vale lembrar que a sociedade brasileira tem cada vez mais idosos, número que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), deve quadruplicar até 2060. Ou seja, um dia você pode ser um desses idosos. De pé. No ônibus lotado. "

Texto baseado no artigo da revista Galileu
revistagalileu.globo.com

Vamos refletir...
Um abraço!

 photo 36bef642.gif
Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR