Seguidores

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Ente o humor e o preconceito!



Não gosto de programas de humor que ridiculariza o ser humano. Pânico na TV é um horror! Um lixo que deveria ser banido das telas da TV. O CQC é menos pior. Tem um nível bem mais requintado e só ridiculariza os políticos infames e desonestos e não artistas e o povo de um modo geral. Mesmo assim não sou fã desse tipo de humor. Mais uma coisa eu tenho que admitir: Os apresentadores são inteligentes e muito bem informados.Prova disto foi uma carta que o humorista Danilo Gentile endereçou  à ONG Afobras,  que julgou preconceituosa uma piada que o apresentador fez e, ameaçou o humorista de entrar com uma representação criminal.
A piada foi a seguinte:
King Kong, um macaco que, depois que vai para a cidade e fica famoso, pega uma loira. Quem ele acha que é? Jogador de futebol?

Depois da ameaça da ONG Danilo respondeu no microblog(twitter)  o seguinte:

"Alguém pode me dar uma explicação razoável por que posso chamar gay de veado, gordo de baleia, branco de lagartixa, mas nunca um negro de macaco?" (GENIAL) "Na piada do King Kong, não disse a cor do jogador. Disse que a loira saiu com o cara porque é famoso. A cabeça de vocês é que têm preconceito."

E depois endereçou uma carta que achei muito coerente e sensata:

"Se você me disser que é da raça negra, preciso dizer que você também é racista, pois, assim como os criadores de cachorros, acredita que somos separados por raças. E se acredita nisso vai ter que confessar que uma raça é melhor ou pior que a outra, pois, se todas as raças são iguais, então a divisão por raça é estúpida e desnecessária. Pra que perder tempo separando algo se no fundo dá tudo no mesmo?

Quem propagou a ideia que "negro" é uma raça foram os escravagistas. Eles usaram isso como desculpa para vender os pretos como escravos: "Podemos tratá-los como animais, afinal eles são de uma outra raça que não é a nossa. Eles são da raça negra".

Então quando vejo um cara dizendo que tem orgulho de ser da raça negra, eu juro que nem me passa pela cabeça chamá-lo de macaco, MAS SIM DE BURRO.

Falando em burro, cresci ouvindo que eu sou uma girafa. E também cresci chamando um dos meus melhores amigos de elefante. Já ouvi muita gente chamar loira caucasiana de burra, gay de v***** e ruivo de salsicha, que nada mais é do que ser chamado de restos de porco e boi misturados.

Mas se alguém chama um preto de macaco é crucificado. E isso pra mim não faz sentido. Qual o preconceito com o macaco? Imagina no zoológico como o macaco não deve se sentir triste quando ouve os outros animais comentando:

Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR