Seguidores

domingo, 27 de janeiro de 2013

Desejo-lhe o suficiente.

E já chegou novamente o domingo, aqui ensolarado e acalorado, mas mesmo assim em paz e harmonia! 
Acordei relativamente cedo e ouço o cantar dos pássaros na minha janela e o silêncio absoluto na rua, a não ser por um galo indiscreto que canta desafinadamente e fora de hora ( 8:h36). Nem os galos são mais como antigamente... Se não me falha a memória eles costumavam cantar de madrugada não é mesmo? Eu me lembro dos galos cantando e nos despertando no sítio do meu avô paterno, onde passava longo tempo da minha infância. Será que galo urbano tem mesmo outro horário? Nunca atentei para este detalhe... Vai ver o galo do vizinho é do Paraguai kkkk.
Ao abrir meus arquivos de textos de mensagens me deparei com um deles que está guardado já faz um tempinho aqui, esperando uma oportunidade para ser postado. Então aqui vai ele:

Recentemente, ouvi uma mãe e sua filha em seus últimos momentos juntos no aeroporto, quando a partida da filha tinha sido anunciada. De pé perto do portão de segurança, elas se abraçaram e a mãe disse "Eu te amo e te desejo o suficiente." A filha respondeu: "Mãe, nossas vidas juntas tem sido mais do que suficiente. Seu amor é tudo que eu sempre precisei. Desejo-lhe suficiente, também, mãe." Elas se beijaram e a filha partiu.
Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR