Seguidores

terça-feira, 7 de setembro de 2010

A DIFERENÇA ENTRE PAÍSES POBRES E PAÍSES RICOS.

R E P A S S A N D O:

Investigações demonstram que a diferença entre os países pobres e os ricos não é a idade. Isto pode ser demonstrado por países como Índia e Egito, que têm mais de 2.000 anos e ainda são muito pobres. 

Por outro lado, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, que apenas 150 anos atrás eram desconhecidos, hoje são países desenvolvidos e ricos A diferença entre países pobres e ricos tampouco está nos recursos naturais disponíveis. 

O Japão possui um território limitado, 80% montanhoso, inadequado para a agricultura e a criação de gado, mas é a segunda economia mundial. Este país é como uma imensa fábrica flutuante, importando matéria-prima de todo o mundo e exportando produtos manufaturados. 

Outro exemplo é a Suíça, que não produz cacau, mas tem o melhor chocolate do mundo. Em seu pequeno território cria animais e cultiva o solo durante apenas quatro meses no ano. Não obstante, produz laticínios da melhor qualidade. É um país pequeno que oferece uma imagem de segurança, ordem e trabalho, transformando-o no caixa-forte do mundo. 

Executivos de países ricos que se relacionam com países pobres evidenciam que não existe diferença intelectual realmente significativa. A raça, a cor da pele tampouco são importantes: imigrantes qualificados como preguiçosos em seus países de origem são a força produtiva de países europeus ricos. 

Onde está, então, a diferença? 
A diferença é a atitude das pessoas, moldada no decorrer dos anos pela educação e pela cultura. 

Ao analisar a conduta das pessoas nos países ricos e desenvolvidos, constatamos que a grande maioria segue os seguintes princípios de vida: 

1. A ética, como princípio básico. 

2. A integridade. 

3. A responsabilidade. 

4. O respeito às leis. 

5. O respeito pelos direitos dos demais cidadãos. 

6. O amor pelo trabalho. 

7. O esforço para economizar e investir. 

8. O desejo de superar. 

9. A pontualidade. 

Nos países pobres, apenas uma minoria segue esses princípios básicos em sua vida diária. Não somos pobres porque nos faltam recursos naturais ou porque a natureza foi cruel conosco. 

Somos pobres porque nos falta atitude. Nos falta vontade para cumprir e assumir esses princípios de funcionamento das sociedades ricas e desenvolvidas. 

SOMOS ASSIM POR QUERER TOMAR VANTAGEM SOBRE TUDO e TODOS. 
SOMOS ASSIM POR VER ALGO QUE ESTÁ MAL e DIZER: “DEIXA COMO ESTÁ” 
DEVEMOS TER ATITUDES e MEMÓRIA VIVA SÓ ASSIM MUDAREMOS O BRASIL DE HOJE! 

Provavelmente você é uma dessas pessoas que faz a diferença e luta para mudar nossa sociedade corrupta e sem princípios. Mas não esqueça que ainda existem muitos necessitando entender que a falta de princípios é a raiz da miséria. 

Por este motivo, se você acha que os atuais candidatos para a Presidência da República não merecem seu voto, vote 00000 e mostre que não está de acordo com essa política suja. Se tiver 51% de votos nulo, o govêrno será obrigado a  anular a eleição e colocar novos candidatos.
Ninguém pode ser obrigado a ter que votar no "menos pior".

Um bom resto de semana!






PÁTRIA MINHA ONDE ESTÁ VOCÊ?


"Pátria minha, onde está você? 
Aquela que sonhei, que briguei, que lutei... 
Onde foi parar a brava gente....brasileira 
Hoje amortecida, desesperançosa, 
escravizada pela corrupção e pelo populismo. 
Onde está você ? que não reage, que não se indigna. 
Brava gente brasileira, da minha Pátria. 
Onde está você? 
Da luta pelas diretas, dos caras pintadas, 
da liberdade. 
Linda Pátria, do verde, do amarelo, do branco 
e do azul. 
Hoje tingida do cinza da desolação, 
do vermelho da incerteza, 
do luto pela educação, segurança, saúde e moradia 
Sempre acreditando que no verde temos a esperança, 
no amarelo a riqueza distribuída, no azul os sonhos e
, no branco a eterna busca pela Paz. 
"Liberdade ....Liberdade....
abre as asas sobre nós"..... o grito eterno!". 

Recebi da minha amiga Estela Galdino.
Agradeço e assino em baixo...                               






INDEPENDÊNCIA OU MORTE!!!


Hoje, dia 7 de Setembro, comemoramos o dia da Independência do Brasil. O texto abaixo, copiado da wikipedia, sintetiza os aconcimentos que antecederam o ato de Independência.

"Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro I recebeu uma carta das cortes de Lisboa, exigindo seu retorno para Portugal. Há tempos os portugueses insistiam nesta idéia, pois pretendiam recolonizar o Brasil e a presença de D. Pedro impedia este ideal. Porém, D. Pedro respondeu negativamente aos chamados de Portugal e proclamou : "Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico."

Após o Dia do Fico, D. Pedro tomou uma série de medidas que desagradaram a metrópole, pois preparavam caminho para a independência do Brasil. D. Pedro convocou uma Assembléia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino. Determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem o " cumpra-se ", ou seja, sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, conclamava o povo a lutar pela independência.

O príncipe fez uma rápida viagem à Minas Gerais e a São Paulo para acalmar setores da sociedade que estavam preocupados com os últimos acontecimento, pois acreditavam que tudo isto poderia ocasionar uma desestabilização social. Durante a viagem, D. Pedro recebeu uma nova carta de Portugal que anulava a Assembléia Constituinte e exigia a volta imediata dele para a metrópole.

Estas notícias chegaram as mãos de D. Pedro quando este estava em viagem de Santos para São Paulo. Próximo ao riacho do Ipiranga, levantou a espada e gritou : " Independência ou Morte !". Este fato ocorreu no dia 7 de setembro de 1822 e marcou a Independência do Brasil. No mês de dezembro de 1822, D. Pedro foi declarado imperador do Brasil.

A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política. Muitas tentativas anteriores ocorreram e muitas pessoas morreram na luta por este ideal. Podemos citar o caso mais conhecido: Tiradentes. Foi executado pela coroa portuguesa por defender a liberdade de nosso país, durante o processo da Inconfidência Mineira".

É claro que, na prática, as coisas não se sucederam exatamente assim. O príncipe não era tão príncipe, os Patriotas, não eram tão heróicos, e a Independência nunca foi exatamente livre...
Mas de qualquer forma, vamos brindar este gesto nobre que até hoje nos faz dar uma pausa no trabalho e nos estudos, repetindo o "brado heróico e retumbante": Independência ou Morte!!!


Beijos carinhosos



Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR