Seguidores

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

APOIO AOS MANIFESTANTES EGÍPCIOS!!!





CAIRO — O duelo entre o presidente egípcio Hosni Mubarak e os manifestantes que exigem sua renúncia desde a semana passada enfrenta nesta terça-feira um teste decisivo, com a convocação de protestos que pretendem reunir um milhão de pessoas.


Mais de 5.000 pessoas chegaram durante a madrugada ao centro do Cairo, onde muitas delas passaram a noite, apesar do toque de recolher.
"Fora Mubarak", gritavam os manifestantes na Praça Tahrir (Praça da Libertação), epicentro da revolta contra o regime. Muitos exibiam cartazes com a imagem de Mubarak pendurado e a frase: "Sua cabeça vai rolar".
"A bola está do lado dos europeus e americanos. Não queremos nada deles, mas também não queremos que ajudem Mubarak", afirmou à AFP o manifestante Usama Alam, de 43 anos.
Helicópteros militares sobrevoavam a cidade, e os soldados mobilizados na capital desde sexta-feira controlavam os pontos de acesso.
Mas o Exército - um dos pilares, ao lado da polícia, do regime autoritário - destacou na segunda-feira que considera legítimas as reivindicações do povo e anunciou que não usará a violência contra os manifestantes.
"A liberdade de expressão de forma pacífica está garantida para todos", afirmou o porta-voz do Exército.
Quase 50 Organizações Não Governamentais (ONGs) egípcias de defesa dos direitos humanos pediram a Mubarak "que se retire do poder para evitar um banho de sangue".
Mubarak, 82 anos, no poder desde 1981, esboçou nos últimos dias gestos de abertura, mas não conseguiu aplacar os protestos que deixaram pelo menos 125 mortos e milhares de feridos desde a terça-feira da semana passada.
Os organizadores dos protestos também convocaram uma greve geral, iniciada na segunda-feira, em um país já paralisado, com a Bolsa e os bancos fechados, os postos de gasolina sem combustíveis e os caixas automáticos vazios.
Uma passeata similar à do Cairo foi convocada em Alexandria, norte do país, como resposta à decisão das autoridades de interromper o tráfego ferroviário.
A rebelião reúne forças políticas de todos os espectros, da oposição laica à islâmica, passando por uma rede de internautas que iniciou o movimento.
O vice-presidente Omar Suleiman, designado para o cargo no fim de semana em um ato de aparente concessão do governo, anunciou na segunda-feira que Mubarak pediu o início de um diálogo com a oposição.
...cont...
http://www.google.com




Caros amigos,


Manifestantes egípcios corajosos irão determinar o que irá prevalecer no Egito e região: a tirania ou a democracia. Eles apelaram para a solidariedade internacinonal – vamos demonstrar um apoio massivo e pedir para os nossos governos apoiarem eles também:


Milhões de egípcios corajosos estão enfrentando uma escolha crítica. Milhares foram presos, feridos e mortos nos últimos dias. Mas se eles insistirem em se manifestar de forma pacífica, eles poderão acabar com décadas de tirania.


Os manifestantes apelaram para a solidariedade internacional, mas a ditadura sabe que a união faz a força em um momento como este, portanto eles estão desesperadamente tentando isolar os egípcios do resto do mundo e desunir a população completamente, bloqueando a internet e telefones celulares.


Redes via satelite e rádio ainda podem driblar o apagão do regime -- vamos inundar estes canais de comunicação com um chamado de solidariedade para mostrar aos egípcios que estamos com eles, e que nós exigiremos um posicionamento dos nossos governos para apoiá-los também. A situação está por um fio -– cada hora conta -- clique abaixo para assinar a mensagem de solidariedade e depois encaminhe este email:


https://secure.avaaz.org/po/democracy_for_egypt/?vl


O poder popular está se espalhando pelo Oriente Médio. Em dias, manifestantes pacíficos derrubaram a ditadura de 30 anos da Tunísia. Agora os protestos estão se espalhando para o Egito, Iêmen, Jordânia e além. Isso pode se tornar a derrubada do muro de Berlim do mundo árabe. Se a tirania for derrubada no Egito, uma onda democrática poderá se espalhar por toda a região.


O ditador egípcio Hosni Mubarak tentou esmagar os protestos. Mas os protestos continuam, com uma coragem e determinação incríveis.


Há momentos no planeta em que a história é escrita não pelos poderosos, mas pelo povo. Este é um deles. As ações dos egípcios nas próximas horas terão um efeito massivo no seu país, região e no mundo. Vamos congratulá-los com um manifesto de solidariedade, mostrando que estamos ao lado deles nesta luta:


https://secure.avaaz.org/po/democracy_for_egypt/?vl


A família de Mubarak já fugiu do país, mas neste fim de semana, ele colocou o exército nas ruas. Ele prometeu tolerância zero para o que ele chama de “caos”. De qualquer forma, a história será escrita nos próximos dias. Vamos usar este momento como exemplo para cada ditador no planeta, mostrando que eles não vão durar, frente à coragem de um povo unido.


Com esperança e admiração pelo povo egípcio,


Ricken, Rewan, Ben, Graziela, Alice, Kien e toda a equipe da Avaaz


Leia mais:


Manifestantes convocam greve geral e passeata apesar de gestos de Mubarak:
http://www.bbc.co.uk/news/world-middle-east-12303564


http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5hUh7xjPXnWCoxDJyBSUwcsBNxeGw?docId=CNG.89d0ef788bc15f982b5143260ae6befb.21


Egito está "no início de uma nova era", diz ElBaradei:
http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5gJfTYJ6h7PZmJasIeyRiFiAswLfg?docId=CNG.d5e7dd1f2e7c4521a8354284c972c2e1.301


Egito: Continua a contestação ao regime:
http://pt.euronews.net/2011/01/31/egito-continua-a-contestacao-ao-regime/


https://secure.avaaz.org/po/democracy_for_egypt/?r=act


QUEM SE INTERESSAR, ASSINE A PETIÇÃO DA AVAAZ, ACIMA.
AMANHÃ, NÃO SABEMOS O QUE NOS ESPERA...




Um abraço solidário
ao povo egípcio!


Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR