Seguidores

domingo, 24 de abril de 2011

CRISTO RESSUSCITOU!!!

Photobucket

A Páscoa hoje é celebrada com carinho por diversos povos do planeta. Além da celebração da Ressurreição de Cristo, a época é cheia de símbolos, especialmente os ovos.
Mas o ovo é um símbolo, assim como outros, que foram esquecidos ao longo do tempo, para ganhar uma conotação cada vez mais comercial.


O famoso coelhinho da páscoa representa a fertilidade. Páscoa é ressurreição, renascimento e nesta data todos são convidados a renascerem para a vida.
O ovo da Páscoa, no início, era bem diferente. Representando a vida que nasce, o ovo era um presente entregue na Páscoa. Estes ovos eram pintados. Se fazia verdadeiras obras de arte, pintando os ovos para poder presentear.
Cada país, cada região, seguiu uma tradição diferente. No Egito, o costume era este, pintar os ovos com figuras maravilhosas e presentear os amigos com estas obras de arte.



Na Europa, alguns países tinham a tradição de pintar os ovos com cores alegres, para lembrar a alegria da Páscoa e presentear amigos e familiares. Outros países da Europa  tinham o costume de escrever mensagens nestes ovos, antes de presentear alguém. Na Armênia a pintura era feita na parte interna dos ovos. 
Na Grécia também a maioria dos ovos são de galinha, cozidos e pintados de vermelho.Isto não quer dizer que não há o tradicional Ovo de chocolate. É claro que ele não vai faltar na mesa grega e Ortodoxa de modo geral.
Quando se dá o ovo, se diz "Christos anesti!" (Cristo ressuscitou) ao qual se responde  a mesma frase. Esta tradição remonta aos tempos antigos, quando Maria Magdalena trouxe um ovo ao Imperador Tiberius, dizendo Christo ressuscitou".


Cada país de maioria Ortodoxa, embora o ritual religioso seja igual, as comidas e certos costumes variam de acordo com o folclore local. Na Grécia as comidas da Páscoa são as seguintes:



Koulourákia - Biscoitos de Páscoa

Tsouréki - Pão doce de Páscoa

Ovos Vermelhos de Páscoa

Também na mesa de Páscoa Grega, não pode faltar, na véspera à noite uma sopa de miudos de carneiro chamada "Marguerítsa". E no domingo o famoso e tradicional carneiro assado. Em cidades pequenas, do interiror, muitas famílias se unem e fazem uma festa só, geralmente no meio da rua.


Como vivi em Athenas por longos anos, tive a oportunidade de participar de várias festividades de Páscoa por lá. O que pra mim era um sofrimento, visto que não comia carne nenhuma na época, muito menos carneiro.
A celebração religiosa, começa no Sábado a noite, quando os fiéis vão à Igreja e a meia-noite, caminham a volta das igrejas com velas a cantar hinos, até que o Padre bate na porta da Igreja três vezes, convidando os fiéis a entrarem para celebrar a Ressurreição de Cristo. Depois da bênção da sua comida, levada em cestos de Páscoa à Igreja, os fiéis voltam a casa para celebrarem com as famílias e fazem uma grande festa.

Como já dizia Mirceas Elíade, os rituais religiosos são modelos arquetípicos que se repetem no sentido de uma renovação e regeneração pessoal e cósmica "través da reatualização in concreto do nascimento, morte e ressurreição do Salvador". Portando renove-se,este é o momento!


Photobucket



Feliz Páscoa!!!

Christos anesti!

Beijos sabor 
chocolate com pimenta


Photobucket
Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR