Seguidores

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

LEITURA INFANTIL E INCENTIVO!!!



Sempre achei que uma criança para se tornar um bom leitor, tem que ser incentivado pelas pessoas que ajudam na sua educação. Por exemplo: os pais, ou avós, tios e tias, irmãos, educadores, etc.
Tenho uma sobrinha, que hoje está com 4 anos que adora leituras. Eu lia pra ela desde que ela tinha 1 ano de idade. Primeiro mostrava os livros, com muita imagens, e depois lia imitando a voz de crianças, do lobo mau, da vovozinha, etc...Ela simplesmente ficava encantada, mesmo que não estivesse entendendo muito bem a história!
Conforme ela ia crescendo, eu a presenteava com novos livros e outras histórias... Hoje ela ainda não sabe ler, mas fica foleando os livros por muito tempo, tentando entender o que ele transmite. Estou certa que ela será uma grande leitora no futuro!

No Brasil,  número de leitores infantis, relativo a uma pesquisa nacional do Instituto Pró-Livro publicada em 2008, é pequeno em comparação a outros países, como o Japão. 
O Ministério da Educação, Ciências e Tecnologia japonês afirmou que as crianças retiraram em média 35,9 livros das bibliotecas públicas em 2007. Esses dados são colhidos a cada três anos desde 1954.
No  nosso país, a faixa etária que mais lê é a das crianças de 11 a 13 anos, segundo uma pesquisa, são 8,5 livros por ano, sendo que apenas 1,4 deles foram lidos fora da escola. 
A partir dessa idade, a freqüência de leitura cai: a média da população brasileira acima de cinco anos é de 4,7 livros lidos por ano.


VEJA DICAS PARA INCENTIVAR SEU FILHO A LER

Durante a gestação       
Além de tocar música para o bebê, ler histórias e poemas é uma forma de familiarizá-lo à voz dos pais e às nuances de sonoridade

Idade pré-escolar          
Cercar o bebê de livros adequados à idade e incentivar a leitura como uma brincadeira

Alfabetização e primeiros anos na escola           
Ensinar por meio do exemplo: a criança que vê os pais lendo tem mais interesse em reproduzir o hábito; mostrar que a leitura é valorizada na família, mas sem pressão.

Pré-adolescência           
Quando as leituras obrigatórias da escola vão se tornando mais canônicas e menos interessantes, oferecer exemplos divertidos de livros dentro de casa.

Adolescência    
Incentivar que os adolescentes usem a internet de forma a buscar conteúdo educativo e compartilhar hábitos de leitura com os amigos nas redes sociais.

Fonte: Christine Castilho Fontelles, diretora de Educação e Cultura do Instituto Ecofuturo.






Photobucket
Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR