Seguidores

quinta-feira, 3 de abril de 2014

...CADA UM SABE DE SI...E SÓ SE DÁ O QUE SE TEM!


Li certa vez não sei onde que uma pessoa ao longo da vida, se relaciona em média com 1.000 pessoas entre conhecidos, amigos e parentes, achei tão curioso que fiz uma lista ficou bem próximo, há exceções pra mais e pra menos, mas é por ai. Talvez um dos grandes erros do ser humano seja escutar sem “ouvir”, a frase “Nem Cristo agradou” devia mesmo fazer sentido claro em nossa mente. Mas estamos tão acostumados a sofrer que quando chega um desagrado, o prato da balança sobe a indignação e desce o raciocínio! 
Não podemos dar muita importância ao que falam ou pensem de nós, lembrando de que também fazemos isso. Quem se preocupa muito com os outros acaba vivendo de fantasias, tentando ser o que elas não são...Deve ser um sofrimento horrível isto...
É evidente que os mais próximos são os que causam mais dores, afinal a convivência permite intimidades e revelam as fraquezas. Por este motivo num relacionamento a dois deve haver muito amor, caso contrário, haverá muita dor. Mas é sempre bom lembrar que, ninguém está na terra de férias, e o tal amor falado e comentado em versos e prosas, é maravilhoso mesmo no papel, ou numa página de blog, já que na prática, implica em doar-se, em compreender e estar disposto a sempre dividir. 
O verdadeiro amor é exigente, implacável, e, ao mesmo tempo, infinitamente delicado. Seja na vida a dois, seja na convivência com as pessoas que nos são caras não devemos exigir dos outros qualidades que ainda não possuímos. Deixemos que cada um siga o seu rio da vida como souber e puder. Ninguém vive por ninguém, cada um sabe de si e dá o que se tem, o certo é falar de menos e deixar os que falam muito plantarem suas lavouras...
Como disse  Willis Harman: "O amor é o nosso estado natural quando não optamos pela dor, pelo medo ou pela culpa"


Beijos carinhosos!

 photo 36bef642.gif
Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR