Seguidores

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

JE SUIS CHARLIE



Olá gente  linda que eu gosto tanto!

Depois de umas férias estou de volta!
Deu pra descansar um pouco da correria de fim de ano!
Agora vamos começar tudo de novo: Exercícios, trabalho, aulas, faxinas, etc...

Espero que vocês também tenham descansado bastante porque 2015 promete!
Já começou o ano com aquele horrível atentado terrorista do Islã. O mundo está estarrecido com tanta maldade e ignorância. Nada, em absoluto justifica tanta barbárie! Ninguém tem o direito de ditar regras para o humor, para o jornalismo ou seja lá o que for! Também acho de muito mal gosto fazer piadas com coisas sagradas, mas se eu não gosto, simplesmente não vejo! Não preciso matar quem fez...

Eu via sempre um canal no Youtube chamado "Porta dos Fundos", feitas somente para aquele canal, pois contém piadas fortes que não podem ser veinculadas na TV. E embora os artistas sejam sensacionais, uma ocasião eles fizeram piada com Jesus Cristo. Não gostei e simplesmente não vejo mais....Simples assim....Não vou sair matando os comediantes... Tem quem goste...Vamos respeitar o direito de cada um.

O estúpido fundamentalismo religioso pressupõe essa prática violenta de terror que se escudam no Islamismo cometem toda espécie de barbárie, o que vai de um atentado covarde como esse, em que se escolheram doze pessoas, entre jornalistas e policiais, e os ferem de morte, até o sequestro grupal de centenas de mulheres adolescentes para fins de abuso explícito e confesso.

"O Islã não é isso. Líderes muçulmanos de várias regiões e até mesmo uma milenar universidade do Cairo (a segunda na história da humanidade) condena tais práticas, que se tornaram corriqueiras desde quando os aiatolás tomaram o poder no Irã."

Esse fundamentalismo é o mesmo que leva alguns neopentecostais de pouca leitura (ou muita leitura mal orientada) a quebrar imagens católicas ou a recusarem-se a empregar pessoas de “outras crenças”, ou ainda a pregar como doutrina que somente os “da nossa fé” são filhos de Deus e dignos de tal condição.

De acordo com o jornalista Luiz de Aquino, escritor e jornalista, membro da Academia Goiana de Letras:

"somos todos preconceituosos. Cristãos e muçulmanos precisam conhecer melhor o que os nossos símbolos espirituais ensinaram, em lugar de agir com ódio e violência “em nome de Deus”. Agora, este atentado na capital da França (o francês é o povo que melhor representa a Liberdade). Pelo mundo afora, matam-se jornalistas por noticiarem mazelas da política e da corrupção, da economia e da gestão pública mal versada, e, por último, até mesmo por contestarem práticas administrativas no meio desportivo!
Matam homens, não matam ideias. Matam os que se armam de lápis e pincéis, mas não matam a essência. A França desta semana repetiu a de julho de 1889. E toda a França ostentou um pequenino e expressivo cartaz: “Je suis Charlie” (Eu sou Carlinhos). E Charlie Hebdo (Semanário Carlinhos, numa tradução pra lá de livre) torna-se agora o símbolo da liberdade de expressão e da defesa da vida dos que atuam em comunicação pelo mundo agora, nas mais variadas linguagens.
Moi aussi, je suis Charlie!"
(Luiz de Aquino, escritor e jornalista)



 photo 36bef642.gif
Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR