Seguidores

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Todas as coisas são vivas e fragrantes.


Olá gente que eu gosto!!!

Quem me conhece sabe da minha paixão por flores e pela natureza!
Um dia destes eu estava dando um passeio pela web e encontrei este belíssimo texto do grande Khalil Gibran, e agora passo para vocês:


"E um dia, quando Phardrous, o grego, passeava pelo Jardim, bateu com o pé numa pedra e ficou furioso. E voltou-se e apanhou a pedra, dizendo numa voz baixa: 'ó coisa morta em meu caminho!' E atirou a pedra para longe. 

E Al Mustafa, o Eleito e o Bem-Amado, disse: 'Por que dizes ‘ó coisa morta’? Tens estado tanto tempo neste Jardim e não sabes que não há nada morto aqui? Todas as coisas vivem e brilham no saber do dia e na majestade da noite. Tu e a pedra não sois senão um só. A única diferença está no ritmo das pulsações de vossos corações. Teu coração bate um pouco mais rapidamente. 

Não é, meu amigo? Ah, mas não é tão tranquilo quanto ela. Seu ritmo e teu ritmo podem ser diferentes, mas eu te digo que se sondares as profundezas de tua alma e medires as alturas do espaço, não ouvirás senão uma melodia, e nessa melodia a pedra e a estrela cantam, uma com a outra, em perfeita consonância. 

Se minhas palavras não alcançam teu entendimento, então espera por outra aurora. Se amaldiçoaste esta pedra, porque, em tua cegueira, nela tropeçaste, então almadiçoarias uma estrela se, desse mesmo modo, tua cabeça desse de encontro com ela no céu. 

Mas chegará o dia em que juntarás pedras e estrelas como uma criança colhe os lírios do vale, e então saberás que todas as coisas são vivas e fragrantes."


(Khalil Gibran, in O Jardim do Profeta)

Beijos carinhosos!

 photo 36bef642.gif
Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR