Seguidores

sábado, 26 de dezembro de 2009

O amor incondicional!


O verdadeiro amor consiste em dar sem nada querer em troca. Quando você ama um filho, não está pensando no que ele poderá te oferecer, mas simplesmente ama, sem esperar recompensa. A essência do amor não exige ser amado, apenas amar.
Aquele que sente sede de amor, tem sempre a sensação de não ter recebido o suficiente. O que essa pessoa tem, na realidade, é um profundo complexo de inferioridade. Ela não dá amor simplesmente para que os outros se sintam bem, ela está excessivamente ocupada com o desejo de receber amor. A pessoa que sofre de complexo de inferioridade, costuma se sentir vítima da humanidade. Por este motivo está sempre tentando manifestar exteriormente um "falso amor", pois, a única coisa que ela realmente almeja é receber amor. No entanto, o que ela não sabe é que, quando se espera uma recompensa, o amor que ela dá, morre.
No amor não pode haver troca, nem desejo de recompensa. Tem que seguir semeando e plantando, mesmo flores que nunca você chegará a ver. Assim que esperar algo em troca, as sementes que você plantou murcharão.
Todos têm um tipo ou outro de complexo de inferioridade, e há duas maneiras de se reagir a ele. O primeiro é ficar preso a um círculo vicioso, sem sair do lugar, gerando com isso, muita infelicidade. O segundo consiste em usar o sentimento de inferioridade como uma ponte que permite abrir um novo caminho. Um caminho rumo ao futuro, como fazem aqueles que se esforçam por um sentimento de plenitude.
Não fique estagnado olhando apenas para o seu próprio umbigo. Comece já a olhar em sua volta para ver que há muito amor para ser espalhado pela humanidade toda!

( Escrevi este artigo inspirada no livro de Ryuko Okawa, O Ponto de Partida da Felicidade".)
A imagem foi copiada do blog "Perfume de Mulher", da Vânia.

Um abraço a todos







Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR