Seguidores

domingo, 25 de outubro de 2009

NUNCA briguem por qualquer partido político.

Nunca discutam com ninguém sobre partido político. Gastem seu tempo com coisas mais úteis e produtivas como, ler um livro, ver um bom filme, fazer meditação, caminhar, etc. Todos os partidos políticos, sejam eles PT, PMDB, PSB, PV ou qualquer outro "P", são constituídos por uma "matéria prima" defeituosa, os "seres humanos". Os homens sempre serão responsáveis pelo fracasso dos sistemas políticos, enquanto continuarem movidos por interesses particulares.
Enquanto não compreenderem que a colaboração mútua é que leva ao sucesso, mas ao invés de de colaborar, lutam para se sobreporem uns aos outros. Por este motivo, escolhi um trecho do livro "Profecias" de Pietro Ubaldi que poderá nos esclarecer melhor sobre este assunto:


"É necessária uma consciência política para saber usar o direito do voto. É indispensável uma maturação e educação que se não improvisam. Com efeito, o povo russo, que não viveu a revolução francesa e lhe não assimilou os frutos, permaneceu sob o mesmo poder absoluto, pouco importando que agora o chefe supremo esteja vestido de vermelho. Tantas liberdades não podem ser concedidas aos povos menos evoluídos, e para eles um governo absoluto pode ser uma necessidade. Mas também no Ocidente, as massas, em parte, não estão preparadas para usar desse novo poder a elas concedido. Entretanto, usá-lo já é um meio para aprender a usá-lo. E enquanto o povo não aprender, é lógico que ele também suporte as perdas, sendo explorado pelos demagogos e depois sofrendo as conseqüências.
O sistema liberal tem, além disso, outro defeito. Se é adiantado no terreno da liberdade política, é atrasado no da liberdade econômica, problema que, enfrentado e desfraldado em cheio pelos países comunistas, embora atrasados estes no campo da liberdade política, é quase ignorado pelas democracias, em que esta liberdade pode resultar na outra, e livremente morrer de fome. É assim que, enquanto as democracias acusam de escravismo o regime comunista, este intitulando-se protetor dos pobres e paladino da justiça, prometendo, ainda que só com palavras, o bem-estar, que é aquilo a que as massas mais aspiram, pôde conquistar adesões que a concessão do direito do voto está bem longe de obter. Ao povo interessa mais resolver o problema de sua vida material que o de sua vida política". (Pietro Ubaldi, 2000)
Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR