Seguidores

quarta-feira, 7 de maio de 2014

VOCÊ TEM COMPULSÃO POR COMPRAS?


Olá gente linda do meu core...Saudades!!!!

Tenho algumas amigas que confessaram que já tiveram problemas com o consumismo excessivo. Uma delas, artesã, disse que usava o trabalho como uma desculpa para poder "comprar" cada vez mais. Explicando melhor, a pessoa trabalha não com o intuito de ganhar dinheiro, de progredir, mas para poder dar vazão ao que elas mais gostam, gastar. Esta amiga revelou que comprava TUDO o que se referia ao trabalho, como, ferramentas (que ela nem iria usar), revistas sobre artesanato, uma infinidade de tintas e pinceis que não eram necessários, etc...
Conheci uma outra, que veio trabalhar comigo como esteticista, que se preocupava muito mais com a decoração do ambiente do que com o trabalho em si...A  questão é comprar, comprar e comprar...Só que, elas me relataram que depois das compras (absurdas), elas se arrependiam profundamente, e tinham ainda que lidar com as dívidas.

Você já passou por uma situação semelhante?  Costuma sair do shopping cheio de sacolas com coisas que provavelmente nunca vai usar e sente um misto de prazer e culpa? Cuidado, você pode ter uma compulsão por compras. Esse foi o tema do programa @saude ( http://noticias.uol.com.br/saude) , que trouxe depoimentos de integrantes do grupo Devedores Anônimos de São Paulo.

Em entrevista a Jairo Bouer, a psicóloga Tatiana Filomensky, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), explica que o limite entre o gostar de comprar e a compulsão é quase imperceptível... Mas o sofrimento que se segue à prática pode definir o comportamento compulsivo. "A dívida não é um critério diagnóstico, porém é presente em 90% dos casos", conta. 

Comprar compulsivamente é um transtorno do impulso que muitas vezes está associado a outros problemas, como depressão, ansiedade ou transtorno afetivo bipolar. Por isso, às vezes é necessário o acompanhamento psiquiátrico e o uso de medicamentos. Segundo Filomensky, homens e mulheres podem sofrer da compulsão, mas elas procuram mais ajuda. 
Porém, nem todos percebem quando tem uma doença assim...É preciso ficar atento e buscar ajuda junto aos especialistas, antes que os estragos sejam maiores.


Dez indícios que mostram que você é consumista

Mentir sobre suas compras, ir ao shopping constantemente sozinho ou descontar no cartão de crédito frustrações com a vida pessoal são características de quem exagera nas compras e pode, um dia, se tornar um comprador compulsivo

Ser adepto do consumo excessivo pode acarretar muitos problemas — que variam desde a dificuldade de relacionamento à ruína financeira. Nem sempre o exagero nas compras indica um distúrbio ou comportamento excessivo, mas isso não significa que não mereça atenção. Em tempos de crédito farto, juros altos e facilidade de acesso aos produtos, sobretudo no varejo on-line, consumir demais pode se tornar um caminho sem volta. Confira a lista  (no link abaixo) com dez características daqueles que podem se tornar futuros oniomaníacos — mais conhecidos como compradores compulsivos. 

Fontes:
http://veja.abril.com.br/noticia/economia/dez-indicios-que-mostram-que-voce-e-consumista?utm_source=redesabril_veja&utm_medium=twitter&utm_campaign=redesabril_veja&utm_content=feed&

http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2013/07/25/compulsao-por-compras-e-doenca-e-tem-tratamento-diz-psicologa.htm

E agora vou começar o meu giro pelos blog de todos vocês...


Beijos carinhosos



 photo 36bef642.gif

11 comentários:

Nice Veloso disse...

Olá amiga! É um prazer enorme que sinto ao visitar o seu lindo blog! Eu já fui assim.... Comprava roupas, sapatos, bijus que nem usava e alimentos demais da conta que perdia a validade.... Rs, Rs... Hoje estou curada. Beijos no coração.

Élys disse...

Existem muitas pessoas que são consumistas, mas creio que nada é melhor que o equilíbrio. Beijos, Élys.

Anne Lieri disse...

Oi Mari! Não tenho esse problema,graças a Deus mas no Natal me baixa o Papai Noel,confesso! E costumo comprar mais do que esperava!...rss...e dá-lhe cartão! Um caso pra se pensar! Ótimo seu artigo! bjs,

Beatriz Bragança disse...

Querida Marineide
Focou um grave problema que afecta uma grande parte da nossa sociedade.
Felizmente,não tenho esse mau hábito.
Conheço quem o tem.Jovens,bem jovens, inteligentes,bem formadas, mas com alguns problemas... Este..deve ser uma consequência do que as aflige na vida!!!
Más companhias,necessidade de afirmação?!
Como lidei durante muitos anos com muitos jovens, ainda há alguns(algumas) que me pedem socorro.Pouco posso fazer.
Gostaria de poder cortar este mal pela raiz,mas creio que só um clínico especializado e...muita força de vontade.
Um beijinho
Beatriz

Tunin disse...

Sou bem equilibrado. Só compro o que necessito. Não sou dado aos apelos das propagandas.
Excelente texto.
Abração.

Vera Lúcia disse...


Olá Marineide,

Duro é quando a pessoa estoura os cartões de créditos sem ter como liquidar as dívidas. É mesmo uma questão delicada, que merece ser observada e diagnosticada, quando for o caso. Eu tinha um amigo que me dizia: "Tá chateada? Vai para o shopping, troca de carro, pois é uma ótima terapia". Já pensou se essa fosse uma prescrição lógica?
Não digo que não gosto de comprar, pois mentiria. Sempre adorei fazer compras, mas sem exageros. Talvez até sem necessidade, pois compro sempre quando vejo algo que gosto e que posso comprar-rsrs.

Alerta importante, Marineide.

Beijo.

MARILENE disse...

Tenho fases (rss). Em algumas me apaixono por objetos de decoração. Em outras, por roupas. Mas o controle sobre gastos mantenho, pois sou muito organizada, nesse sentido.
Quando a pessoa sofre por uma compulsão precisa de ajuda, em qualquer aspecto, pois as consequências negativas logo se mostrarão, trazendo sofrimento. Bjs.

Eduardo Maria Nunes disse...

Com sacos vai carregada!
com certeza vai contente
cantarolando pela estrada
cumprimenta toda a gente...

sua simpatia atraente,
anda sempre atarefada
bem disposta elegante
mulher desembaraçada!

Tenha uma boa noite amiga Marineide, um beijo.
Eduardo.

ONG ALERTA disse...

Comprar pode até ser bom, mas nem sempre necessário...
Feliz dia das mães beijo Lisette.

Tais Luso disse...

Já tive minha fase com decoração (um pouco exagerada), pois adoro antiguidades. Mas agora quase tudo está sob controle. Roupas não preciso, compro o necessário. Olhando o passado, vejo minha evolução... Bem que agora tem outra: adoro livrarias! Já cheguei a comprar 2 vezes o mesmo livro... Tenho de me policiar nesse ponto. Bela postagem.

Um beijo!

Compras Compulsivas disse...

O Instituto de Psiquiatria do HCFMUSP busca pessoas de 21 a 60 anos, que apresentam compulsão/descontrole por compras (oniomania), para participar de estudo. Para os selecionados, serão oferecidos tratamentos médico, medicamentoso e psicoterápico.

Oniomania ou Compras Compulsivas é caracterizado por:

* Preocupação excessiva e perda de controle sobre o ato de comprar.
* Aumento progressivo do volume de compras.
* Tentativas frustradas de reduzir ou controlar as compras.
* Comprar para lidar com a angústia, ou outra emoção negativa.
* Mentiras para encobrir o descontrole com compras.
* Prejuízos nos âmbitos social, profissional e familiar.
* Problemas financeiros causados por compras.

Os interessados deverão entrar em contato pelo telefone do Pro-AMITI (11) 2661-7805 ou enviar um e-mail com telefone de contato para compradorescompulsivos.hc@gmail.com

Site:www.amiti.com.br
https://www.facebook.com/hospitaldasclinicasdafmusp/photos/a.1398287123773264.1073741828.1391979501070693/1587938034808171/?type=1&theater

Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR