Seguidores

sábado, 18 de agosto de 2012

SORTE OU ESCOLHAS BEM FEITAS?



Olá pessoas que eu gosto!
Estou aqui afogada no meio de tanto trabalho mas...antes que eu comece a reclamar, levanto as mãos para o céu e agradeço a Deus por ter um trabalho. Agradeço também por ter condições de trabalhar! Quantas pessoas não dariam tudo para ter um trabalho? E foi  meditando sobre isto que eu me lembrei de um texto que eu já havia lido e agora quero dividir aqui pra vocês. Espero que gostem! 
Um sábado maravilhoso é o que eu desejo a todos e, que tenhamos discernimento para fazermos sempre boas e acertadas escolhas!

"Pessoas consideradas inteligentes dizem que a felicidade é uma idiotice, que pessoas felizes não se deprimem, não têm vida interior, não questionam nada, são uns bobos alegres, enfim, que a felicidade anestesia o cérebro.
Eu acho justamente o contrário: cultivar a infelicidade é que é uma burrice. O que não falta nessa vida é gente sofrendo pelos mais diversos motivos: ganham mal, não têm um amor, padecem de alguma doença, sei lá, cada um sabe o que lhe dói. Todos trazem uns machucados de estimação, você e eu inclusive. No que me diz respeito, dedico a meus machucados um bom tempo de reflexão, mas não vou fechar a cara, entornar uma garrafa de uísque e me considerar uma grande intelectual só porque reflito sobre a miséria humana. Eu reflito sobre a miséria humana e sou muito feliz, e salve a contradição.
Felicidade depende basicamente de duas coisas: sorte e escolhas bem feitas. Tem que ter a sorte de nascer numa família bacana, sorte de ter pais que incentivem a leitura e o esporte, sorte de eles poderem pagar os estudos pra você, sorte por ter saúde. Até aí, conta-se com a providência divina. O resto não é mais da conta do destino: depende das suas escolhas.
Os amigos que você faz, se optou por ser honesto ou ser malandro, se valoriza mais a grana do que a sua paz de espírito, se costuma correr atrás ou desistir dos seus projetos, se nas suas relações afetivas você prioriza a beleza ou as afinidades, se reconhece os momentos de dividir e de silenciar, se sabe a hora de trocar de emprego, se sai do país ou fica, se perdoa seu pai ou preserva a mágoa pro resto da vida, esse tipo de coisa.
A gente é a soma das nossas decisões, todo mundo sabe. Tem gente que é infeliz porque tem um câncer. E outros são infelizes porque cultivam uma preguiça existencial. Os que têm câncer não têm sorte. Mas os outros, sim, têm a sorte de optar. E estes só continuam infelizes se assim escolherem".

(Martha Medeiros)


Beijos carinhosos


5 comentários:

Santa Cruz disse...

Marineide: Ainda bem que tens muito trabalho, pois cá no meu país isso não acontece, há falta de trabalho, tudo de bom e bom fim de semana.
Beijos
Santa Cruz (Diácono Gomes)

Célia Rangel disse...

Questão mais de escolha que de sorte, penso eu, pois muitos têm sorte e não escolhem vivenciá-la em sua totalidade!
Bj. Célia.

Zilani Célia disse...

OI MARINEIDE!
GOSTO DEMAIS DA MARTA E DE TUDO QUE ELA ESCREVE.
EU, SEMPRE DIGO QUE PARA SE VIVER BEM,
HÁ QUE SE TER TALENTO,DIGO ISTO PORQUE OS PROBLEMAS VEM PARA TODOS, A FORMA DE ENCARÁ-LOS É QUE FAZ TODA A DIFERENÇA.
GRATA POR TERES IDO NO "SÓ PRA DIZER".
ABRÇS
zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

marciagrega disse...

Também acredito mais na questão da escolha!
Sorte nada mais é do que saber fazer boas escolhas e reconhecer as boas oportunidades!

Beijos e bom domingo!!!

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

As nossas escolhas determinam a nossa vida. Isso é comprovado!
Mais um texto maravilhoso da minha ídola Martha Medeiros|!
Beijocas, amore mio!

Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR