Seguidores

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

LEITURA INFANTIL E INCENTIVO!!!



Sempre achei que uma criança para se tornar um bom leitor, tem que ser incentivado pelas pessoas que ajudam na sua educação. Por exemplo: os pais, ou avós, tios e tias, irmãos, educadores, etc.
Tenho uma sobrinha, que hoje está com 4 anos que adora leituras. Eu lia pra ela desde que ela tinha 1 ano de idade. Primeiro mostrava os livros, com muita imagens, e depois lia imitando a voz de crianças, do lobo mau, da vovozinha, etc...Ela simplesmente ficava encantada, mesmo que não estivesse entendendo muito bem a história!
Conforme ela ia crescendo, eu a presenteava com novos livros e outras histórias... Hoje ela ainda não sabe ler, mas fica foleando os livros por muito tempo, tentando entender o que ele transmite. Estou certa que ela será uma grande leitora no futuro!

No Brasil,  número de leitores infantis, relativo a uma pesquisa nacional do Instituto Pró-Livro publicada em 2008, é pequeno em comparação a outros países, como o Japão. 
O Ministério da Educação, Ciências e Tecnologia japonês afirmou que as crianças retiraram em média 35,9 livros das bibliotecas públicas em 2007. Esses dados são colhidos a cada três anos desde 1954.
No  nosso país, a faixa etária que mais lê é a das crianças de 11 a 13 anos, segundo uma pesquisa, são 8,5 livros por ano, sendo que apenas 1,4 deles foram lidos fora da escola. 
A partir dessa idade, a freqüência de leitura cai: a média da população brasileira acima de cinco anos é de 4,7 livros lidos por ano.


VEJA DICAS PARA INCENTIVAR SEU FILHO A LER

Durante a gestação       
Além de tocar música para o bebê, ler histórias e poemas é uma forma de familiarizá-lo à voz dos pais e às nuances de sonoridade

Idade pré-escolar          
Cercar o bebê de livros adequados à idade e incentivar a leitura como uma brincadeira

Alfabetização e primeiros anos na escola           
Ensinar por meio do exemplo: a criança que vê os pais lendo tem mais interesse em reproduzir o hábito; mostrar que a leitura é valorizada na família, mas sem pressão.

Pré-adolescência           
Quando as leituras obrigatórias da escola vão se tornando mais canônicas e menos interessantes, oferecer exemplos divertidos de livros dentro de casa.

Adolescência    
Incentivar que os adolescentes usem a internet de forma a buscar conteúdo educativo e compartilhar hábitos de leitura com os amigos nas redes sociais.

Fonte: Christine Castilho Fontelles, diretora de Educação e Cultura do Instituto Ecofuturo.






Photobucket

3 comentários:

Vivian disse...

Olá,Marineide!!

É verdade, incentivar pode fazer muita diferença!!Os meus adoram!!E como no final de outubro temos a feira do livro de Porto Alegre, eles já estão fazendo planos!!rsrsr
Meu filho tem 10 anos e vai a feira desde 1 aninho!!E ainda tem o primeiro livro que comprou!!Minha filha que tem 4 anos também!!
E graças à Deus a coleção de livrinhos só aumenta, e o interesse pela leitura também!!
**Mas sabe eu não tive nenhum incentivo...e sou louca pelos livros...na verdade na infância só conseguia livros na biblioteca...minha mãe achava um desperdício comprar livros...
*Minha amiga desculpe a demora em retribuir a visita, desde a semana passada estou em função do meu filho, investigando uns sintomas que ele estava tendo...e amanhã vamos ao oftalmologista,(descartar mais uma suposição...)e ainda estou atrasada com as visitas...
Beijos!!

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Eu também presenteio aos netinhos com livros infantis... sempre li desde pequenina... me fez um bem enorme à minha formação...
Bjm de paz e ótimo fim de semana

Josiana Leite disse...

Bom conhecer seu blog, minha filha tem paixão por livros aqui também incentivamos desde muito, grande abraço

Related Posts with Thumbnails

RECOMENDO COM LOUVOR